MENU

Sem categoria
Categoria

124

O milagre da cerveja que renasceu das cinzas

Bom Saber, Curiosidades, Sem categoria

19/08/2019

Segundo a mitologia grega, a fênix é uma ave como nenhuma outra: com suas asas douradas e de penas brilhantes, este pássaro que possui mais ou menos o tamanho de uma águia consegue suportar cargas enormes em suas presas, podendo carregar dezenas de homens ou até mesmo elefantes pelos ares. Símbolo da imortalidade, diz-se que a fênix vive em ciclos de aproximadamente 97 mil anos e que, ao final de sua vida, entra em combustão e renasce das cinzas. Igualmente, atribui-se às cinzas da fênix um poder único e especial de reviver os mortos. Não à toa, o assunto da coluna de hoje é sobre uma cerveja especial, uma receita renascida das cinzas e cujo logotipo faz uma homenagem ao pássaro imortal fênix.

A nossa história começa em 1.128, ano em que foi construída a abadia de Grimbergen, ao norte de Bruxelas, capital da Bélgica. Lar dos monges da região, o local possuía também plantações de subsistência e uma cervejaria em funcionamento. Fonte de renda para os monges, a abadia acabou sofrendo um assalto dos revolucionários franceses em 1.795, o que ocasionou na destruição de grande parte do monastério além da suposta destruição da receita original da cerveja ali confeccionada. Isto é: suposta destruição.

Digno de um filme de aventura, aparentemente os livros que continham a receita original foram salvos a tempo pelos monges e trancafiados num esconderijo secreto, dentro de um buraco na biblioteca. Prontos para reviver a tradição, os monges hoje em dia resolveram se empenhar na tradução dos manuscritos em latim e holandês arcaico para reproduzir as receitas do século 18 que haviam desaparecido. 

Segundo o padre Karel Stateumas em depoimento para o jornal inglês The Guardian: “Nós possuíamos muitos livros com receitas antigas, mas ninguém conseguia lê-los. Eles estavam todos escritos em latim ou holandês arcaico e por isso trouxemos voluntários [para traduzi-los]. Passamos horas folheando os livros antigos e acabamos descobrindo listas de ingredientes dos séculos anteriores, o lúpulo que era usado, os tipos de barris e garrafas, e até mesmo uma lista com as cervejas produzidas séculos atrás”.

De acordo com a descrição oficial da cerveja publicada no portal de notícias CNN Internacional: “para começar, trata-se de uma cerveja envelhecida em tonéis de carvalho francês, utilizados para envelhecer burbons e uísques, no qual é adicionada a levedura para dar um toque de fermentação. Durante este período, diminuem os sabores fenólicos frutados e picantes e também do coentro, permitindo com que os sabores maltados, doces e de baunilha do tonel de uísque entre em contato com a bebida”.

Após 224 anos de confinamento, e assim como a fênix que renasce das cinzas ainda mais forte, esta nova-antiga cerveja sagrada sairá dos armários empoeirados e ganhará as ruas já no ano que vem, em 2020, com expectativa de produção de 1 milhão de litros anuais, voltados principalmente para os mercados belga e francês.

Com informação de: CNN, The Guardian, Veja e Wikipédia

Leia Mais

2584

12 festivais de cerveja para você participar em 2018

Sem categoria

05/01/2018

O seu objetivo de vida é poder provar todas as cervejas do mundo? Embora tecnicamente impossível, podemos dar o caminho das pedras para você começar a ir atrás deste objetivo utópico em grande estilo. Abaixo, listamos 12 festivais internacionais de cerveja, um em cada canto do mundo, para você riscar da sua lista o melhor deste ouro líquido.

Great Alaska Beer & Barley Wine Festival

Onde: Anchorage, Alasca (EUA)
Quando: 19 e 20 de janeiro de 2018
Recomendado para: os beberrões de coração forte. Enfrentar o inverno do Alasca será um desafio e tanto, mas uma prova de amor à cerveja, num ambiente praticamente marciano, com temperaturas frequentemente abaixo dos -10ºC.

Brugs Bierfestival

Onde: Bruges, Bélgica
Quando: 03 e 04 de fevereiro de 2018
Recomendado para: o cervejeiro clássico que deseja conhecer a Bélgica, o paraíso das cervejas mundiais.

Melbourne Beer Festival

Onde: Melbourne, Austrália
Quando: 03 de março de 2018
Recomendado para: quem não tem medo de avião, o evento reúne as melhores confecções da cervejaria australiana e pode ser a sua chance de provar uma gelada da Ilha da Tasmânia, rara por estas bandas de cá.

Great Las Vegas Festival of Beer

Onde: Las Vegas, Estados Unidos
Quando: 06 e 07 de abril de 2018
Recomendado para: os grandes apostadores. Além da possibilidade de desbravar mais de 500 tipos de cervejas produzidas artesanalmente, esta pode ser a sua chance de sair mais rico do que chegou e, quem sabe, voltar de primeira classe para casa.

Dark Lord Day

Onde: Chicago, Estados Unidos
Quando: 19 de maio de 2018
Recomendado para: quem não tem medo do capeta. Batizado de “Dia do Senhor das Trevas”, este festival comemora a produção artesanal de uma Imperial Stout vendida exclusivamente durante este dia, além de uma vasta reunião de outros nomes na produção norte-americana.

Mondial de la Bière

Onde: Montreal, Canadá
Quando: 06 a 09 de junho de 2018
Recomendado para: quem ama uma multidão. O maior festival de cerveja do Canadá reúne mais de 100.000 participantes num gigantesco galpão e apresenta mais de 600 marcas diferentes do mercado canadense e mundial.

O Mondial de la Bière também tem sua edição brasileira, tradicionalmente em outubro, no Pier Mauá, no Rio de Janeiro, com diversas cervejarias brasileiras.

Bauernfest

Onde: Petrópolis, Rio de Janeiro
Quando: 22 de junho a 1 de julho de 2018
Recomendado para: quem quer descobrir as tradições e a cultura germânica no Brasil. A tradicional festa alemã irá comemorar o 30º festival em 2018. Taí uma boa chance de aproveitar o inverno em alto estilo.

Qingdao International Beer Festival

Onde: Qingdao, China
Quando: duas semanas do mês de agosto, a confirmar
Recomendado para: quem busca o inusitado. A China não é exatamente o primeiro país que vem à mente quando o assunto é cerveja, mas o Qingdao Internacional Beer Festival é o maior festival de cerveja da Ásia e reúne centenas de milhares de turistas, apreciadores da bebida e comerciantes do mundo todo.

Oktoberfest

Onde: Munique, Alemanha / Blumenau, Brasil
Quando: 22 de setembro a 07 de outubro de 2018
Recomendado para: quem nunca foi num festival de cerveja. O clássico dos clássicos, o rei dos festivais, o berço de um bom apreciador de cerveja: o Festival de Cerveja de Munique, mais conhecido como o Oktoberfest é uma experiência única, imperdível e surpreendentemente antigo: ano que vem, comemora-se a 185ª edição.

Se a grana estiver curta, opte pela versão brasileira do maior festival germânico em solo nacional. O Oktoberfest Blumenau 2018 acontece em outubro e inclui diversas atrações, como grupos folclóricos germânicos, chope de metro e desfiles próprios.

Pilsner Fest

Onde: Pilsen, República Tcheca
Quando: 06 de outubro de 2018
Recomendado para: quem quer beber direto da fonte. Localizado no coração do país que mais consome cerveja no mundo, além de ser o berço do estilo Pilsen, o Pilsner Fest pode ser uma opção de roteiro para quem quer realizar uma viagem completa pela Europa em busca das mais tradicionais cervejarias do planeta.

Cape Town Festival of Beer

Onde: Cidade do Cabo, África do Sul
Quando: novembro de 2018, datas a serem confirmadas
Recomendado para: quem busca sabores novos. Assim como o festival chinês, o Cape Town Festival of Beer pode ser uma excelente oportunidade àqueles que buscam novos olhares para o vasto mundo da cervejaria internacional. Com premiações que variam de “melhor lager” à “melhor cidra”, o(a) brasileiro(a) ficará surpreso(a) com a qualidade dos produtores dos nossos vizinhos além-mar.

Festival Sul-Americano de Cerveja

Onde: Porto Alegre, RS
Quando: dezembro de 2018, datas a serem confirmadas
Recomendado para: quem quer conhecer melhor a produção dos hermanos. Num final de semana repleto de atrações, o público brasileiro poderá se aventuras nas grandes confecções da cervejaria sul-americana e provar as iguarias vizinhas durante os dois dias do festival.

E você, em qual festival está pensando em ir? Além destes, você incluiria algum que não está na lista? Deixe seu comentário.

Leia Mais