MENU

Comentários (0) Bom de copo, Histórias da Cerveja

Oatmeal Stout: A Cerveja de Aveia

Quando se pensa em aveia, a primeira imagem que provavelmente lhe vem à cabeça é de um café da manhã completo, com frutas e iogurte. Hoje, no caso, a história é um pouco diferente, pois iremos comentar sobre a Oatmeal Stout – a cerveja inglesa que contém aveia.

De acordo com os dados da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), só em 2016 foram produzidas 23 milhões de toneladas de aveia no mundo todo, sendo mais de um terço (35%) dessa produção sob responsabilidade da União Europeia apenas. Antes de ser elevada à categoria dos superalimentos saudáveis e nutritivos, destes que ajudam a diminuir os níveis do colesterol ruim e reduzir a chance de doenças no coração, a aveia já era, fazia milênios, um cereal presente na mesa dos europeus e asiáticos. Abundante, relativamente barata e polivalente, este cereal funciona como uma carta coringa: alimenta os animais domesticáveis e seres humanos, além de poder ser um ingrediente presente na cerveja.

Durante a Idade Média não havia regra. A aveia podia representar 30% ou mais dos ingredientes na confecção de uma cerveja, o que reduzia seu custo de produção e dava à cerveja um aspecto mais pastoso, uma espécie de mingau alcoólico. Tal número foi caindo ao longo dos anos até chegar a quantidades risíveis, representando menos de 1% dos ingredientes no início do século XX.

Apesar de ser uma cerveja Stout, o que nos levaria a associar diretamente a uma clássica cerveja Guinness, de cor muito escura, as Oatmeal Stout são um pouco mais claras que as demais e possuem um corpo mais aveludado, com um teor alcoólico, em geral, um pouco mais forte do que uma correspondente Dry Stout, por exemplo – aquelas na casa dos 4,2% a 5,9% ABV, esta na casa dos 4% a 5% ABV, em média.

Segundo o renomado portal Beer Judge Certification Program, as Oatmeal Stout possuem um aroma de “grãos tostados leves, em geral, com um caráter de café. Um dulçor maltado pode dar uma impressão de café e creme. O frutado deve ser baixo a médio-alto”, cujo sabor é corresponde ao aroma e a aveia adicionada pode oferecer “um sabor de noz, de grãos ou de terroso” e “mais corpo e complexidade” à bebida, dependendo da quantidade deste cereal usado.

   Com ingredientes saudáveis, um sabor inconfundível e uma potência alcoólica de fazer qualquer um passar pelo inverno numa boa, dê uma chance à Oatmeal Stout: você não vai se arrepender.

Com informação de BJCP, Clube do Malte, Hominilúpulo, Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura e Wikipédia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *