MENU

Comentários (0) Bom de copo, Histórias da Cerveja

Do outro lado do mundo: Cerveja de Arroz Japonês

A regra é clara: de acordo com a Lei da Pureza Alemã, promulgada pelo duque Guilherme IV da Baviera em 1516, a cerveja deve conter apenas água, malte de cevada e lúpulo, correto? Mas, como dizem por aí, as regras são feitas para serem obedecidas e às vezes, quebradas. Por isso não é de se estranhar que, do outro lado do mundo, os japoneses resolveram contornar esta lei medieval alemã e criaram a cerveja de arroz.

Base da tradicional dieta nipônica – conhecida como “washoku” em japonês que entrou na lista do Patrimônio Imaterial da Humanidade pela UNESCO em 2013 –, o arroz presente no sushi forma parte da história do Reino do Sol Nascente desde seus tempos mais primordiais. Não é de se estranhar, portanto, que o país produza bebidas alcóolicas à base desse grão, como o famigerado saquê e, por que não, a própria cerveja.

Embora os atuais japoneses dependam cada vez menos do arroz para se alimentarem e prefiram integrar a sua dieta a um mundo globalizado, com outras tantas ofertas de cozinhas internacionais à sua disposição, a tradição e a inovação são duas características clássicas do Japão do século XX e XXI. De acordo com o portal G1, pela abundância do grão e com o intuito de diminuir os níveis de proteína do malte, o arroz passou a ser utilizado na confecção da cerveja japonesa já no século XIX e, com o advento da Segunda Guerra Mundial e a diminuição da produção de cevada, esta curiosa alternativa se tornou cada vez mais presente no copo dos japoneses.

Por ter pouco apreço no mercado internacional e estar relacionada a uma produção mais econômica, as cervejas de arroz nem sempre são bem vistas pelos cervejeiros mundo afora. Mas não se deixe enganar: existem boas opções no mercado que contêm arroz em sua composição. O governo japonês é rígido em relação aos processos industriais: é necessário no mínimo 67% de malte para que a bebida seja considerada uma biru, isto é, cerveja.

Da panela para o copo, uma típica lager de arroz poderá surpreendê-lo(a) por sua suavidade e aspecto dourado brilhante, perfeito para um dia quente de verão que já está batendo na porta do brasileiro neste fim de ano.

Aprenda com um dos povos mais longevos deste planeta e abrace as diferenças na hora de curtir uma gelada. Quem sabe a cerveja de arroz não entra de vez no seu cardápio e faça parte da sua própria lei da pureza comemorativa?

Com informação de: Beeriety, Japan Beer Times, Portal G1, Sushibilidade e Wikipédia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *